A importância do manejo nutricional adequado na pecuária de corte

O Brasil abriga hoje o maior rebanho bovino comercial do mundo. Com informação adequada, unida às boas práticas de manejo nutricional, é possível promover maior conhecimento sobre as exigências alimentares das diferentes categorias animais dentro da bovinocultura de corte - sejam eles destinados à cria, recria ou engorda - e os fatores que os afetam em termos de alimentação.  

Como escolher o manejo nutricional adequado para produção de carne bovina 

Conhecida como um dos pilares que sustenta a produção de gado de corte, o manejo alimentar tem grande impacto econômico nos sistemas de produção de carne bovina. 

Com a adoção de estratégias de manejo adequadas é possível alcançar maior eficiência alimentar e econômica da propriedade, oferecendo o máximo de nutrição ao menor custo - sem deixar de lado a qualidade do alimento produzido - muitas vezes, elevando o patamar de qualidade para padrões ainda maiores. 

É importante lembrar que diversas variáveis implicam na determinação de uma estratégia assertiva, onde se deve considerar as particularidades de cada propriedade, como: sistema de produção, categoria e objetivos do negócio. 

Além disso, consultar um profissional de sua confiança na hora de formular dieta é fundamental para garantir o sucesso da operação!  

A estratégia ideal para cada fase do sistema de produção 

  • Cria 

Do nascimento ao desmame, os bezerros têm no leite, o alimento básico.  No entanto, de acordo com as demandas do animal, como peso e previsão de desmame, a suplementação de vitaminas e sais minerais deve ser considerada. No início da desmama, para auxiliar o animal na manutenção do desenvolvimento e na preparação para a transição alimentar, compostos ricos em nutrientes devem ser oferecidos. 

  • Recria 

A fase da recria tem início ao desmame do bezerro e segue até a idade adulta. Aqui, os alimentos são inseridos gradativamente durante a transição do leite para o alimento sólido. Passado esse período, as principais fontes de nutrientes serão: pastagens, mistura mineral e água. 

Entretanto, a fase, normalmente, coincide com as estações secas do ano, onde o suporte das pastagens diminui, impactando no manejo alimentar dos animais. 

Portanto, a suplementação, em sistemas a pasto ou confinamento, permite a manutenção do ganho muscular e performance obtida nas águas durante o período seco. 

  • Engorda e terminação 

Nesta etapa os animais alcançam seu desenvolvimento máximo, quando atingem, em média, 300 kg de peso vivo, com estrutura corporal bem desenvolvida.  Nesse ponto, é necessário aumentar a musculatura e a deposição de gordura do animal, alcançando, em média, 450 kg de peso vivo.  

Aqui existem duas possibilidades: aproveitar ao máximo a pastagem nas águas (período de maior qualidade da forrageira) e suplementar na seca - nos sistemas a pasto - ou, confinar os animais durante a seca, ofertando uma dieta de alto desempenho, diretamente no cocho. 

Estratégia alinhada ao objetivo 

Adequar a estratégia alimentar às necessidades específicas da propriedade garante ao produtor extrair a máxima eficiência produtiva dos animais, preservando a rentabilidade da propriedade. 

Seja qual for o sistema ou a categoria, um manejo nutricional orientado para os resultados desejados permite ao pecuarista produzir mais, com custos equilibrados e lucratividade garantida! 

Compre insumos online e com total segurança  

No marketplace da JPA Agro, empresa referência nacional em negociações agrícolas, é possível comprar insumos para nutrição animal além de produtos do agro com total segurança e acompanhamento 100% assistido. São mais de 10 anos atuando com compromisso ético e seriedade para oferecer as melhores oportunidades para nossos clientes parceiros.  

Acesse agora mesmo nosso marketplace e compre toda linha de insumos para nutrição animal com total segurança. Acesse agora mesmo nosso portal. Clique para acessar.  

com ❤ por