A importância do uso de volumoso na fase do aleitamento

Bovinos são animais ruminantes e, assim sendo, possuem um sistema digestivo mais complexo em relação ao sistema digestivo de animais monogástricos como, aves, suínos, cães, gatos, coelhos, equinos entre outros. 

O sistema digestivo dos ruminantes — falando aqui especificamente sobre o grupo ao qual pertencem os bovinos — é caracterizado por um estômago composto, ou seja, o estômago desses animais apresenta mais que uma cavidade digestiva, sendo constituído por quatro dilatações: a pança, o barrete, o folhoso e a coalheira. 

Para atender às exigências dessa complexa anatomia e evitar problemas futuros, no período de aleitamento é necessária especial atenção à alimentação da bezerrada. Um cuidado essencial para evitar a queda no desempenho do animal no momento da transição para uma dieta sólida. 

Cuidados com a dieta de bezerros em fase de lactação 

Nas primeiras semanas de vida, o principal alimento do bezerro é o leite. Passada a fase de colostragem, é indicado que o animal receba 4 litros de leite ao dia, divididos em duas refeições, equivalente a, aproximadamente, 10% do peso vivo do animal. 

A partir dessa etapa, é necessária a introdução gradual de dieta sólida, visando maximizar a eficiência produtiva dos bezerros após o desmame. A dieta deve ser composta por alimentos concentrados e volumosos, nas proporções definidas conforme o objetivo do sistema de produção com o auxílio de um profissional capacitado. 

Como inserir alimentos concentrados na dieta de bezerros em fase de aleitamento: 

A quantidade consumida e a qualidade do concentrado terão impacto direto na antecipação do desaleitamento dos bezerros e a substituição do leite deve ser feita por alimento sólido de elevada digestibilidade, com adequados níveis proteicos-energético e boa palatabilidade. 

Visto que a desmama depende da existência de pré-estômagos funcionais é importante fornecer, desde cedo, volumosos e concentrados sólidos, que serão responsáveis por aumentar a produção de ácidos graxos voláteis que estimularão o desenvolvimento papilar do epitélio ruminal dos bezerros. 

Alimentos concentrados contendo grãos que sofreram tratamento térmico e na forma de “pellets”, podem aumentar a digestibilidade e estimular o consumo precoce. 

O consumo de concentrado depende da quantidade da dieta líquida ingerida e deve ser fornecido à vontade, desde a segunda semana de vida e trazer em sua composição alimentos como: 

  • Milho; 
  • Farelo de soja; 
  • Farelo de algodão; 
  • Misturas minerais e vitamínicas. 

Como deve ser a oferta de volumoso durante a fase de lactação dos bezerros 

Antes dos três meses de idade, o uso de alimentos fermentados, como é o caso das silagens, não é recomendado, uma vez que o consumo será insuficiente para promover o desenvolvimento do rúmen e o crescimento do animal. 

Ainda que o consumo seja baixo no início da vida do animal, deve-se colocar, desde cedo, à sua disposição, volumosos de boa qualidade. Aqui, fenos de boa qualidade são mais indicados frente aos alimentos verdes picados, mas com o uso deste último também é possível obter bons resultados. 

O sabor, a composição e a boa palatabilidade do feno promove ingestão razoável de matéria seca, lembrando que alimentos verdes são ótimas alternativas, principalmente quando se utilizam forrageiras macias. Mas atenção à qualidade para evitar episódios de consumo irregular. 

Compre insumos de fornecedores confiáveis 

A JPA Agro atua há mais de 10 anos realizando as melhores negociações e conectando produtores e clientes finais. É possível comprar uma linha completa de insumos para nutrição animal,  de forma online e totalmente segura.  

Faça agora mesmo sua cotação online. Saiba como aqui 

com ❤ por